VII Mostra Vinho Catarinense 2018

Cobertura completa de fotos da VII Mostra do Vinho Catarinense na Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina – ALESC, 12 de Junho, com a presença das autoridades do Estado, a organização do Catarinafest (www.catarinafest.com) evento com 10 dias de duração que leva o melhor de Santa Catarina para Brasília e convidados.

A solenidade de lançamento da Mostra, com a tradicional sangria do barril de vinho e degustação,  teve a participação de representantes das regiões produtoras, vinícolas, vitivinicultores, autoridades estaduais e dos prefeitos dos municípios que integram a organização do evento. A Prefeitura Municipal de Tangará, com apoio da Prefeitura de Videira, Prefeitura de Pinheiro Preto, Sindivinho, Cresol e Gabinete do Deputado Estadual Padre Pedro Baldissera participam do coletivo que organiza a Mostra desde sua criação, em 2011.

A programação em junho e julho inclui, além desta solenidade ocorrida na ALESC, oficinas de degustação, atividades culturais, concursos gastronômicos e roteiros de enoturismo nas regiões produtoras de uva e vinho do Estado.

A VII Mostra do Vinho Catarinense terá neste ano sua segunda edição no interior do Estado. Em 2017 o evento aconteceu no município de Videira, e a expectativa é seguir o modelo nos próximos anos

Articulação iniciou em 2008

A proposta de criação da Mostra surgiu ainda em 2009, depois da aprovação, na Assembleia Legislativa, do projeto do deputado Padre Pedro que criou o Dia do Vinho em Santa Catarina. A definição de uma data para a comemoração, junto de outras propostas dirigidas ao setor – como o fundo vitivinícola – foram o resultado prático do Seminário da Cadeia Produtiva da Uva, realizado na cidade de Tangará em 2008, com a participação de produtores, especialistas, entidades do setor e Epagri. “A ideia é valorizar a cultura do vinho como um componente histórico, gastronômico e também socioeconômico presente em diversas regiões do Estado. Este seminário organizado pelos próprios produtores e pela Cresol deu o impulso inicial ”, explica Padre Pedro.

A Mostra estimula a vitivinicultura e as cadeias produtivas paralelas ao setor, em especial o turismo e a gastronomia. Além disso, abre espaço para a divulgação da produção catarinense, que mesmo com vinhos e espumantes de qualidade, tem espaço para avançar dentro do Estado.

O Dia do Vinho também é comemorada com eventos semelhantes no Rio Grande do Sul, principal produtor nacional de uvas e vinhos. Na região de Beaujolais, na França, a terceira quinta-feira de novembro marca, todos os anos, a “festa do vinho novo”. Hoje a tradição se espalhou por vários países onde há produção de vinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s